domingo, 12 de junho de 2011

CARTA DA AMIZADE...

Amigos,
queria explicar que minha ausência não ocorreu por vontade própria; uns se dão ao poder, outros aos deuses, minha vida é minha porque eu decidi... mas não é minha porque a quis vida da luta, dos sonhos e da utopia.
A luta, o sonho e a utopia , para o desespero dos que amam a servidão e ganância do capitalismo, ferveu... nos últimos dez dias estive de corpo e alma na organização da vida solidária que emerge insurgente e rebelde na Universidade Popular Juvenal Arduini...
E como meu trabalho no dia-a-dia é com um CAPS, o CAPS- Maria Boneca, que cuida, incluindo, tive que lentificar meu trabalho e minha vida de amizade e partilha na internet...
Nunca, nem mesmo num segundo, no meu coração esteve ausente os amigos que tanto amo.
Assim, como penso que o amor tem direitos tresloucados, invadi esta postagem para que falasse meu coração...  Os amo e os quero na caminhada. Contudo, as necessidades dos que choram valem mais do que sente o meu coração.
Ousar lutar,
ousar vencer...
                           Por uma nova Terra,
                           por um povo por-vir...

            abraços com carinho e ternura...
                                              jorge bichuetti

                      O QUE PODE UMA VIDA; O QUE PODE A VIDA...

 Penetra o Sol
no mar e nos teus olhos
raios mergulham
CONCHA ROUSIA



 
O mar é vida: a-mar...
                    ondeia, faceiro ou intempestivo,
vai-e-vem, venta maresia
é paixão
é um doce serenar
e é ventania
    o-do-i-á...
mar.. ventania da vida
que ondeia
e faísca
              amores
                 flores
                      pra Iemanjá... jorge bichuetti

A poetisa diz, assim: 


VOLTA
   Sumaia Debroi
 
Ventania vem
Vestimenta cai
Vigilância vai
Vontade se esvai

Saber voar na ventania

Aprender bailar na queda
Sobreviver na volta
Amadurecer na saída

Vida que dá volta

Voa quando solta
Viaja na escolta
Vagueia em toda rota

Ir e vir tá no direito

Ser e estar tá no querer
Ter e perder tá no viver
Amar e respirar tá no valer


Um minuto de silêncio...
Ouvimos mais que uma bela canção; ouvimos a canção com a qual os presos políticos da ditadura militar cantavam quando um do seus iam pra tortura... e cantavam, repetidamente, até a volta...

Voltamos,
revivemos -
o sonho não acabou.
O sonho é pão
ceifa mel e abelhas
é poesia é luar...
Está escrito nas estrelas,
só falta semear... jorge bichuetti

Para todos que poetizam o porvir, a vida de liberdade...

Tu não és humano
E um anjo disfarçado
Em forma de letras
Que encantam de uma
Forma plena o coração
De quem contempla.
                            (Rosi Alves)


 ... filho de pescador, eu sou
bem na terra, bem no mar...
um louco caminhar... e se
caminho é amigos que vão
no voo do meu louco sonhar...
um dia a liberdade
um dia a solidariedade
um dia a inclusão social
um dia o amor
                            sem fronteiras
                            sem barreiras
                            sem limites
                                                        infinto amar. jorge bichuetti




SÁBADO - DIA 18 DE JUNHO EM UBERABA - MARCHA DA LIBERDADE - ÀS 14:00...
LIBERDADE, LIBERDADE... 
                ABRE AS ASAS SOBRE NÓS...

6 comentários:

Anne M. Moor disse...

Jorge
Nós tbm te amamos e sentimos tua falta. :-) Mas as obrigações e responsabilidades da vida por vezes nos enchem os dias nénão...

beijão
Anne

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne; foi apenas um desencontro de muita gente viajandoe um encontro maior do que era o previsto; porém, foi maravilhoso... hoje cansado me sinto renovado; cheio de energias da vida, da diversidade e do trabalho ali na dor... onde nasci para o sonho; quando na aula sitei a potisa das folhas seecas que voam no vento todos te conheciam: vibrei de alegria e contemplação; abraços, com carinho; jorge

Anne M. Moor disse...

Jorge

Que delícia!

bj
Anne

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, vamos construindo o nvo com o povo e a juventude; sonhos e poesia no amor que tece novas clareiras na vida. Abraços com carinho, jorge

Rosi Alves... disse...

... Passo por aqui me deparo com Dorival Cayme que luxo.com certeza se sumir apesar de ser nova por aqui sentirei a sua falta mais sua causa e nobre meu amigo e para poucos, não e todo mundo que abdica seu tempo em prol dos outros. Um abraço semana de paz e de muitas bênçãos.

Nem tudo que é parece ser
E nem permanece para sempre
Mais as obras feitas pelas mãos
De homens de bem se eterniza
Além da vida.

É um grito de amor
É o movimento da Fé
Acariciada pelos sonhos
De quem sempre acreditou
Que doando esperança
Pode se mudar o mundo

Se não mudar todo o mundo
Sua parte já foi feita
E mesmo que não pareça
Aquela semente ainda
Há de florescer.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Rosi: com carinho lhe desejo paz, carinho e luz... poesia e luares: vamos tecer a vida coma ternura da arte...
abraços com carinho, jorge