segunda-feira, 13 de junho de 2011

POESIA: ASAS DA LIBERDADE

                           ASAS DA LIBERDADE
                                                     Jorge Bichuetti

Na gaiola cantava o curió:
lamento triste do voo proíbido,
recordações do azul do infinito...
O canto era uma poesia
que dizia da sua diária agonia,
longe das asas da liberdade...

Na rua, um olhar cabisbaixo
revela a vida engaiolada
na chibata da estigmatização;
não se permitem o sonho e a lua
aos que vivem a singularidade
do novo existir, nova humanidade...

E a lágrima dos discriminados
da vida criminalizada
é um canto contido, silenciado;
que urge libertá-lo e escutá-lo,
pois ele diz numa mediosa marcha -
a vida é voo, é asas... asas da liberdade!













                             HAIKAI DA LIBERDADE
                                        Jorge Bichuetti

Bulling é morte.
Na marcha da liberdade,
a vida ecoará...


              LÁGRIMAS , FLORES E PASSARINHOS...
                                                                 Jorge Bichuetti

Uma lágrima que cai
desagrega o cosmos;
um flor que brota
perfuma a humanidade...

Já vivemos tanto.
Fomos soldados, monges e sábios;
é hora de reinventar a vida,
pois vida anda presa,
estrangulada nos braços da morte...

Reinventemos a vida:
auscultando na aurora
o canto
o voo
e os ninhos
dos angélicos passarinhos...

Assim, amanheceremos
nas asas da liberdade:
estrelas bailarinas
e luares encantados;
mondo novo já sonhado
no utopia solidária dos poetas e guerreiros,
que se sentiam díscípulos
dos velhos passarinheiros...


POR UM MINUTO
Jorge Bichuetti

Por um minuto,
esqueça a senzala...
Mire o horizonte
e se encante
com a vida azul,
abandone as cinzas
e o cinzento,
pinte seu corpo
seus sonhos 
seu caminho
e viva a alegria
de ser
vida de liberdade...

Num minuto,
nasce a eternidade...


DIA 18 DE JUNHO DE 2011 - MARCHA DA LIBERDADE. UBERABA, PRAÇA DA IGREJINHA DE SANTA RITA...
               LIBERDADE, LIBERDADE
                               ABRE AS ASAS SOBRE NÓS

2 comentários:

Rosi Alves... disse...

POR UM MINUTO SONHE...AMEI MAIS QUE AMOR!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Rosi, você é sempre o carinho personificado, abraços, jorge