sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

NOTAS DESCARTÁVEIS: A VIDA É BELA!...

                                     Jorge Bichuetti

Ando, e falo de coração para coração, dando um tempo nos textos... Motivo: desejo ler, estudar, refletir para organizar as inquietações da minha alma cujas perguntas me levam buscar encontros fecundantes...
Mas, hoje, com esta chuvinha, queria escrever... sobre os anjos amigos que povoam a minha vida; porém, a censura, leia Dona Luinha, pediu que não...  me disse que deveria refletir sobre intimidade e o domínio público.
Então, acho que tentarei... 
                           ***
A vida é bela! e se o é, é porque um anjo me ensinou que precisamos afirmá-la nas paixões alegres... todavia, não se esquecendo que ela é u'a estrela, u'a flor, um caminho e um sonho que brilha e encanta quando a vivemos e a vemos para além dos possessivos... que afirmá-la no possessivo narcísico é deixá-la vulnerável aos abismos onde monstros seduzem e nos arrastam para um existir de ilusão que é u'a negação da vida, bela e potente - fonte e ponte - e nos abandona com uma vidinha que morte dissimulada...
Cantemos, então, a beleza da vida... de todos e com todos... vida da humanidade, da suavidade que nos trará um porvir de ternura e compaixão - o tempo da delicadeza.
                           ***
Outro anjo me disse, suavemente, sussurrando no meu ouvido, que a dor nos paralisa porque feridos queremos rodopiar na nossa própria carniça; pois, a dor diminui, perde força, deixa de incomodar... se tocamos a vida intensificando o que anda reluzente e cheio de vitalidade, esperando-nos para que no existir, borboleteando o que temos de alegria e potência, descubramos, inclusive, as forças necessárias para um grande salto... o novo... onde dor é depositada no museu do passado superado...
                            ***
A Luinha não quis deixar eu personalizar o texto, mas agora... me pede que eu diga que foi a mestre que ensinou a brincar, a fazer dengos e buscar no horizonte a minha estrela, sem invejar a multidão de estrelas que são dos outros e da vida...
                           ***
Meu carinho eterno e vivo... na vivacidade spinoziana


3 comentários:

Anne disse...

A vida é bela e gostoso, MAS sabe ser complicada e difícil por vezes! Chin up! Vou te ensinar a fazer tricô, vais ver como ajuda...

grande beijo
Anne

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, quero aprender... meu carinho com abraços ternos: tricotar dá quietude entre músicas que nos fazem voar... abs, jorge

CLARA disse...

sEUS TEXTOS ME FAZEM ACREDITAR CADA VEZ MAIS QUE A VIDA "É BONITA E BONITA E É BONITA" UMA CRENÇA QUE POR MUITOS ANOS ME FOI SEQUESTRADA.
OBRIGADA POR TER ESTE ESPAÇO TAO LINDO QUE HJ É MINHA ORAÇAO MATINAL PARA COMEÇAR MAIS UM DIA
SAUDADES COM CARINHO FRATERNO