terça-feira, 6 de dezembro de 2011

POESIA: CAMINHO E SONHO

                             ALÉM DO ABISMO
                                  Jorge Bichuetti

Não vivemos longe das lutas,
nem colhemos flores sem risco:
há entre nossa mão e as rosas
u' multidão de espinhos...


Há abismos no chão e no céu;
monstros que nos miram fixos,
querendo dar-nos o bote e
nos arrastar, aprisinoando-nos
nos ocos da escuridão...


Todavia, temos asas, cais e ninho...
Somos a potência da alegria
que entre luares e estrelas,
nos dão caminhos e sonhos...
a vida remoçada na sinfonia das paixões...



2 comentários:

Metalurgia das letras disse...

Além do abismo, Jorge, esta poesia é maravilhosa, sempre tempos um abismo (pedra) no meio do caminho. Mas você soube ensinar que podemos ser maiores do que as dificuldades, obrigado por ete maravilhoso poema. Cada poema seu é peróla..Abraços.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Metalurigia das Letras: meu carinhoso abraço e gratidão. jorge