sábado, 6 de agosto de 2011

SOCIEDADE DE AMIGOS: NO CREPITAR DA CRUELDADE


BISAVÓS
 Paulo Cecílio

o fogo mágico ,
no chão bruto projeta
criaturas cruas:

na pele ainda,
o cheiro atávico
de vulcões, mares, anfíbios...

brilham em olhos  assustados,
armas de osso, sangue quente.

testemunham estrelas:
peles coladas, hormônios,
cópulas no breu desconhecido...

premidos em angustia,
pressentem:

néon, fuligem, crack, viadutos,

amores de plástico,
sorrisos no sábado,
       mortes na segunda...       















Maldades
Ângela Vieira



Existe a maldade travestida de bondosa

Existe a maldade, maldade mesmo sem roupagem

A boa maldade é covarde, possui pernas fracas

É míope de sentidos e ainda leva no peito um coração cristão

A maldade, maldade mesmo, nua e crua

Faz-se, se sabendo maldosa

Tem clareza de sentidos

Não tem culpa,

 Do pesar indigno

 Produz leveza e alegria pelo combate a bondosa maldade
-

2 comentários:

Hermenêuticas de Lou disse...

Olá Dr. Jorge! A maldade somente extravaza quando sente-se ameaçada e, abre-se o leque das crueldades venenosas. No mundo virtual não é diferente, estamos lhe dando com pessoas das mais diversas culturas. Gosto como expõe seus textos... Eu gostaria, por exemplo, de ter a mesma liberdade que você, ou seja, eu nunca adicionei uma imagem de pessoas homofóbicas se beijando. Isso é lindo nos dias atuais. Eu sinto vontade de adicionar, porém, algo me diz que, eu poderia me comprometer diante dos olhos curiosos e maldosos. Aqui não há que temer porque estamos diante de um profissional que lida ou já lidou com diversas causas dentro da medicina especializada. Eu vou ficando por aqui lhe deixando meu respeitoso e carinhoso abraço. Lou.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Lou, a maldade campeia; porém, a luta me mantém dentro de um campo, campo de ternura e guerra, pela vida e pela liberdade, digladiamos no buscar o alvorecer... Abraços com carinho, jorge