segunda-feira, 4 de abril de 2011

DIÁRIO DE BORDO: ONDE ANDA VOCÊ?...

                                                     Jorge Bichuetti

Noite. O silêncio e a escuridão escutam alguns cães que ladram distantes... O restante dorme. A pequena Lua... meus álamos; meus passarinhos nômades... Aqui, eu, o silêncio e você...
A Internet nos permite conexões mágicas; porém esconde alguns perigos... Tende a cumprir a diluição da vida que escorre mutante, e se esparrama, inundando o mundo, contudo, tirando-nos a singularidade, a diversidade e a pluralidade. Todos somos coisificados e coisificamos... Ampliamos o conjunto do nosso conhecimento, porém, com a dissolvência das identidades culturais dos grupos, tribos e nações... Ampliar, ter acesso, manusear e usar enriquecem a vida... Agora, " ver TV a cabo na taba de um índio, programada pra só dizer sim"... e com isso abortar na taba do índio suas danças, pinturas, rituais, seus deuses e suas aventuras... já nos parece que a globalização excludente, da a todos tudo, e compra com espelhos e fotografias nossa alma e cultura, nossos costumes e nossa sociabilidade; nossa própria singularidade...  Massifica, despersonalizando... Despersonaliza, coisificando... Um só homem... homem-padrão...homem desfiliado; porém, sem a aventura do nomadismo... Desfiliado, num sofá diante da TV; ou num computar submerso numa tela...
O nômade é a singularidade metamorfoseante que devém no perambular das suas experimentações...
O homem diluído e robotizado é a perda da singularidade e das territorialidades vivas de referência; um ser que se aliena dos sonhos, desejos e da sua tribo e passa a ser subjetivado na produção de homens em série e líquidos da globalização que nos uniformiza e nos anula como potências cujos corpos pensam e sonham, amam e desejam, produzindo-se no devir, que é desterritorialização e reterritorialização, processo de individuação...
Meu amigo, neste silêncio... estamos sós... eu e você...
O computador é só um veículo... Uma ponte...
Dialoguemos... Troquemos... opiniões, sonhos, ressonâncias...
Há um tempo, lhe confesso, não entendia porque o diário de bordo e as poesias eram tão queridos... Um blog de luta... uma sociedade de amigos que sonham e lutam, caminham... Um espaço da saúde mental e do cuidado; da filosofia e da política; da cultura e das produções instituintes... Olhava e via... Nas outras postagens, eu lia com sede de saber e com sonhos de transformar... E as escrevia e as escrevo movido por este ideal... Todavia, no diário e nas poesias era, o mesmo, porém, num encontro... Eu desnudo procurando aonde anda você...
Utopia Ativa - Por uma nova Terra, por um povo por-vir... Militância e poesia, sonho e magia... Tudo para que possamos juntos construir, inventar, mudar, transformar... Nós e o mundo... Eu e você... Rosa, rosas... pessoa, pessoas... Singularidades vivas...
Disse Aparecida que " a loucura é o vazio da solidão de quem ama"... No silêncio do dia que acorda não estou louco, pois não estou só, nem estou vazio... Estou com você...E como é boa a sua companhia...
Não nos sejamos capturados... Afirmemos nossa singularidade... coloquemos nossos corpos na vida... Deixemo-los pulsar, descobrir e contar seus pensamentos, sonhos e desejos .. sua própria utopia...



INSCREVA-SE COMO SEGUIDOR... COMENTE... DIALOGUE...
SEJAMOS UMA SOCIEDADE DE AMIGOS: UMA UTOPIA ATIVA...

8 comentários:

Tânia Marques disse...

Que lindo tudo isso, Jorge querido! Estamos interligados pelos mesmos objetivos e o computador permite a nossa conexão, mesmo sem nos termos vistos ainda. Uma das vantagens do computador é que a gente se conhece primeiro por dentro, depois, por fora.Beijão!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Tânia, sou pouco estudioso, mas creio que blogs nos ligame nos revelam... Já o mundo das redes que nos uniformizam e restringem os diálogos ao previamente condionado, dilui o humanoe inviabiliza os verdadeiros encontros. Aqui, vivencio bons encontros e você,minha querida amiga, é uma presença terna, uma suave e iluminada amizade... Abraços com ternura, Jorge

José Caui disse...

Caro amigo, te-lo conhecido nesta existencia foi um presente, poder compartilhar de sua amizade, da sua abertura para o diálogo, o estímulo que sempre está presente em sua fala, a proposta para um mundo mais solidário e fraterno, uma caminhada coletiva sem distinções. Tenho refletido sobre muitas coisas que traz no blog, mas sobretudo tenho pensado sobre o quão sou privilegiado de morar perto de pessoas que fazem da vida uma luta em prol do bem coletivo. Forte abraço, e estamos juntos na construção da Universidade Popular Juvenal Arduini, por um mundo mais feliz.

augusta carlos disse...

QUERIDO EDUCADOR, MÉDICO DA DOR, AMIGO HOJE VC FOI DIRETO AO PONTO QUE NOS PREOCUPA A TODOS: A MASSIFICAÇÃO, A ALIENAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL QUE PROPORCIONA A NET. NOSSA JUVENTUDE É " SHOW DE BOLA" EM TECNOLOGIA MAS EM INTERAÇÃO SOCIAL DEIXAM MUITO A DESEJAR. PREFEREM DEIXAR UM DIÁLOGO AO VIVO E A CORES PARA FAZ~E-LO NA REDE. O QUE SERÁ DESTA SOCIEDADE INTERNAUTA? HA DE SE ENCONTRAR O EQUILÍBRIO...LEMBRA-SE QUE MARAILHA FORAM AS GARRAFAS E SACOLAS DE PL´STICO? HOJE GRANDE MAL QUE BUSCAMOS MINIMIZAR...
BJS E ORAÇÕES PARA NÓS QUE FICAMOS SEM A MERÊ...

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Cauí, meus sonhos são nossos... a nossa Upop_Ja não existiria sem o seu valor de guerreiro, terno e persistente... Sou eu que digo: me honra a sua amizade; e lhe necessito na caminhada de utopia, pois a fraternidade não vive sem lutas..
Abraços com ternura, Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

augusta, estamos entre lágrimas construindo um mundo novo... Vamos trabalhar, vamos sonhar... isso ninguém pode nos tirar... Abraços com ternura, Jorge

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Dr. Jorge, boa noite! Com muita tranquilidade e com alegria que leio sobre opiniões a cerca do mundo virtual como de fato estou tendo em ler aqui. Adoro esta concepção de que devemos nos transpor na alma, no conhecimento, margeando, porém, no comprometimento com o conteúdo e observando fatos apenas conjecturais, ou melhor dizendo, sem uma determinada orientação para este fim. Uma vez eu lhe disse por aqui mesmo que o comprometimento é sério, o conteúdo e a finalidade não podem ser apenas conjecturais. Sem esta concepção objetiva e direta, estaríamos fadados ao declínio, o que não é o caso. Ótimo poder compartilhar. Gratíssima pela oportunidade que abristes para mim. Abraço com amizade e carinho. LuGoyaZ.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Lu, sua amizade e sua beleza, alma livre e terna, me faz sentir mesnos solit´´ario nocaminho de lutas e sonhos... Nos, Lu, usamos a virtualidade e a glogalização para encontrar, trocar, crescer e partilhar, sonhar... Não massificamos, nem capturamos... Adoro por exemplo ir ao seu bloge me descobrir com pensamentos, poesiase canções que levam para o amanhã..
Adoro sua amizade.
Abraços com ternura, Jorge