segunda-feira, 2 de maio de 2011

POESIA: ASAS DA MAGIA

                             ESTA AMÉRICA TUPINIQUIM
                                                             Jorge Bichuetti

Entre consoantes e dissonantes as vogais
métricas intergaláticas termais graciosas
palavras sons magias silábicas
que cruzam os mares e repousam
nuas na américa tupiniquim
entre pássaros matas e versos
dos sonhos poéticos dos gentios brasis...


 A MANGUEIRA DA MINHA CASA DE MENINO
Jorge Bichuetti

A mangueira da minha casa
de menino já não floresce
nem perfuma a magia
dos sonhos da criança
que triste sobreviveu
ao machado
e a partida
das mangas que agora
amadurecem
em alguma das muitas estrelas
que clareiam minha doída saudade...



                              MÃE SENHORA
                                           Jorge Bichuetti


                                  ( para a  grande deusa dos sonhos tupiniquins, Maria Bethânia.)

Nossa Senhora
dos ventos
do belo relampejar;
flashes do infinito
na chuva
que alimenta
no cio da terra
a vida...
Oh! Deusa, guerreira,
irmã...
afugenta com sua magia
as sombras doloridas
da nossa caminhada
co'os sonhos comprimidos
pelas pedras da inveja
da crueldade vazia
dos que não enxergam
no0ssas lágrimas,
nosso insistente cantar...
No sonho, nossa utopia...

Mãe, Senhora,
Iansã...
Luz e força, poesia
dos caminhos
que encantam
nosso calvário
transformando
a cruz do destino
no fermento
de um novo canto de alegria...
Seja conosco:
roda gira
levanta a poeira
sacode o mundo
e nos dê... paz...
calmaria...
Na ventania,paz e florescente
ousadia; cantos de louvor e
uma passarinheira prece
no clarão do recomeço num novo dia...

2 comentários:

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Oi, boa tarde Dr., como gosto muito do meu povo indígena, amo ver imagens deles. Dr. visite-me em meu novo blog, adoraria ve-lo por la e ter sua adorável companhia. Abraço da amiga de hoje e sempre. LuGoyaZ.

http://reflections-lugoyaz.blogspot.com/

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Luy, estou retomando hoje o dia-a-dia, depois, de um final de semana adoentado, irei vê-la, com alegria,Abraços com carinho. Jorge