quinta-feira, 19 de maio de 2011

ONTEM, NA RUA ... A VIDA CANTOU PELA LIBERDADE: 18 DE MAIO , POR UMA SOCIEDADE SEM MANICÔMIOS...

                                                      Jorge Bichuetti

Uberaba, 18 de maio... O povo na rua... A vida sonhando e cheia de fé na voz do seu povo, cantou, reinvindicando: liberdade, liberdade... Direito à diferença... Inclusão Social, humanização do cuidado. A loucura abriu o espaço das avenidas e com ousadia se mostrou um bela flor do jardim da liberdade...
Antes, os porões da loucura... Hoje, a voz que grita e pede o fim de toda exclusão, o fim dos microfascismos que rejeitam, discriminam, marginalalizam os que na dor de um sofrimento mental conta o que faz o mundo com a singularidade que escapa dos padrões dominantes de de mercantilismo, brutalidade, normalidade fascista...
Estamos todos: usuários, trabalhadores, familiares, estudantes, professores, artistas, as crianças das creches e das escolas, o povo da luta dos movimentos populares... éramos uma multidão... Fundação Gregorio F Baremblitt, CAPS - Dr Inácio Ferreira, CAPS- AD, Uniube, IFTM, Creche Coração de Maria, SUPAM, Central dos Movementos Populares, militantes e artistas, e o batuque - samba de tradição, raiz, da medicina...
A caminhada seguiu ao som de Mercedes Sosa: "que a dor não me seja indiferente... e que a mor... não encontre vazia e só, sem ter feito o suficiente."
Agora, sexta, estaremos na Uniube, numa conversa com os estudantes: Loucura, crise e clínica antimanicomial...
Uma caminhada de afirmação da liberdade, do cuidado amoroso , terno e includente, da vida  - voos da paixão, portos de compaixão...

















Agora, um texto que reflete o que pode a Reforma Psiquiátrica:

CAPS-Maria Boneca

Existe um lugar onde os olhos não acham o diferente.
Por mais que se esforcem, neste lugar, os ouvidos não conseguem ouvir histórias absurdas.
Lá, a pele arrepia diante de um contato puro, às vezes brusco, mas, sempre cheio de sinceridade.
Neste lugar, o nariz pode até estranhar os diferentes estímulos que ali habitam, todavia, se aquieta logo, assim que percebe o perfume da amizade dali.
A boca, de várias maneiras, se delicia com os mil sabores que por ali rondam enchendo-a d’água antes mesmo de tocar a língua.
Entretanto, nenhum dos cinco sentidos humanos é capaz de captar o que de melhor reside neste maravilhoso lugar. Pois é algo tão bom que não cabe em uma simples boca, dois olhos, ouvidos, pele ou nariz.
Apenas um órgão é capaz de entender esta grandiosidade que ali habita. Um órgão que sente todo o esplendor deste ambiente e que envia ao cérebro algo apenas identificado como “muito bom estar ali”.
Este único órgão é capaz de detectar todo o amor, toda a amizade, a aprendizagem, experiência de vida, humildade, companheirismo, luta, alegria, emoção, angustia, paz e esperança deste lugar. Este órgão é o coração.
Mas, que lugar é este mesmo?
Bom... Alguns o chamam de Fundação Gregório Baremblitt – CAPS Maria Boneca. Já eu, levado apenas pelas percepções de meu coração, costumo chamá-lo simplesmente de... meu lar.

                         Christian Carlos Nogueira
voluntário e estagiário de psicologia do CAPS Maria Boneca


11 comentários:

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

Esse é um espaço que pretendo conhecer ...
Um grande abraço meu amigo

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Adilson, venha, fique na minha casa que é nossa: conhecerá e descansará um pouco. Sua presença será sempre alegria e paz. Abraços com carinho, Jorge

Marta Rezende disse...

Jorge querido, desculpa que não lhe respondi ontem sobre o poemeto Nise da Silveira. Fiquei desconectada a tarde e a noite e não vi sua pergunta.
Estou tentando acabar um trabalho para poder ir aí... Assim que acabar, vou avisar e combinar o dia com vc. Quero lhe ajudar na Upop JA. Prepare trabalhos pra eu fazer aí. Não é que meu nome seja trabalho, mas gosto , gosto de trabalhar.
Tudo que tem no blog é nosso. Nunca precisa pedir.
Obrigada por tão boas reflexões sobre a triangulação, o amor, a vida.
Beijos
Marta

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Marta, querida, irei usar a sua belíssima homenagem a Nise; E quanto a Upop- JA, muito trabalho. Principalmente, alguém para partilhar a linha política, os caminhos, a velocidade e o mdo de ir conduzindo; pois, o grupo está afinado, mas poucos a pensam... a vivem.
Sinto que a hora é de intervir pois se paralisa , definha...
Então, temos muito, muito, e muito para trocar e construir.
Lhe adoro, Abraços com ternura, Jorge

Concha Rousia disse...

Interessante esse conceito de 'microfascismos' pois é assim que se camufla e alterna com formas aparentemente democráticas para passar despercebido, e continuar sua opressão sobre a humanidade... Eu tinha usado o conceito 'Micromachismos' que também descreve bem o que acontece nesse território do gênero agora em tempo em que o homem não pode simplesmente dizer: mando porque sou homem! Interessante como as ideias não democráticas se arranjam par se perpetuarem, Um abraço com carinho desde o amanhecer aqui no vale de Compostela, e avante sempre!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Concha, o amanhcer deve ser belo: penso sentindo-a e vendo as fotos; pois, no meu curso, só vi prédios... belos: terra, mar e poetas, não... Me encanta. Os microfascismos são ooo as realidades - palavras, chistees, olhares, violências, exclusões, desvalia, que contidianeidade estropiam o outro e a vida... Pergunte aos amigos do Clube se eles topam uma entrevista; assim, como fiz comAdilson, para divulgarmos o énsamentoe vivência de vocês.
Abraços no alvorecer de um singelo quintal, entre árvores, pásarose minha Luinha.
Abraços com ternura. Jorge Bichuetti

Concha Rousia disse...

Sim, eu pergunto aos amigos do Clube, mas podes contar connosco para isso, gratos de poder falar, se puderes indica para mim as perguntas a serem respondidas e depois eu me encarrego... podes usar este meu e-mail: concha.rousia@gmail.com
Um abraço com o fresquinho da madrugada e com a ternura da vida que brota da poesia, Concha

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

CONCHA, ENVIO, ASSIM, QUE TERMINAR AS POSTAGENS: AGORA ACABEI DE NOS COLOCAR NUM DIÁLOGO POÉTICO, JUNTO DE CAZUZA E LEGIÃO URBANA...
ABRAÇOS COM TERNURA E ALEGRIA.
jORGE

christian disse...

Muito obrigado Jorge, você não sabe o quanto fiquei feliz ao ver meu pequeno texto aqui no seu blog. Poxa, foi incrível! Só tenho a agradecer por todo o ensinamento que vocês da Fundação têm me proporcionado, pois cresci muito como estudante e principalmente como ser humano convivendo com a equipe e com os usuarios ali do CAPS. Obrigado mesmo por me dar esta incrivel oportunidade.
Um forte, sincero e fraterno abraço a você e a esta familia FGB. Christian

christian disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Christhian, você é pessoa que tem feito a diferença... Estudado, intervidoe vivido, semeando carinho, ternura e liberdade... Sempre que escrever algo, o blog terá imenso prazer de publicar sua colaboração...
Abraços com carinho e imensa ternura; Jorge Bichuetti