quinta-feira, 14 de julho de 2011

VIDA, CAMINHOS E SONHOS: ALGUMAS NOTAS DESCARTÁVEIS

                                               Jorge Bichuetti

A vida é um persistente aventura. Paisagens, acontecimentos... ìngremes serras; insondáveis abismos. A vastidão do cerrado, o sussurrante mar... Escuras grutas; verdejantes matas. Sol, lua, estrelas, vento, aves... bichos... Partidas, chegads; encontros, desencontros... A poesia da paixão, a toada da saudade... risos, lágrimas...
Viver é ser na imensidão: cosmos estelares, cosmos existenciais...
Entre pedras e flores, espinhos e sonhos; viver é caminhar...
No caminho, a vida clama... Uns choram de solidão, outros sedentos de carinho... Aqui, a fome; acolá, a doença e a ignorância... o frio, o desemprego... Logo ali, a exclusão...
Viver é partilhar e lutar...
No caminho da vida, nossa humanidade: quedas, erros, equívocos, frustrações, derrotas...
Viver é recomeçar...
Caminhando, desbravamos novos horizontes... com a força dos sonhso e, assim, vamos... dando sentido à nossa vida e semeando no mundo os germes do alvorecer.
Só, não se segue... Seguimos com...
Viver é con-viver...
Para con-viver, produtivamente, sem a destrutividade de Thanatos, urge nos inundar de ternura, carinho, generosidade, misericórdia, perdão, compaíxão, doação, gentileza, suavidade, tolerância, paciência, bondade...
Viver é amar...
Mirando o belo que brilha na imensidão, queremos a vida nova e o novo mundo... e entendemos que viver é, dentro e fora de nós, concretizar a magia do amor.

2 comentários:

edumanes disse...

Se respeito houvesse,
O caminho não seria tão longo?

Viver, caminhar e sonhar,
Para combater as desigualdades
Justiça para todos sem decriminar
Lutando em defesa das liberdades
Mas há quem isso não queira
Continua a exploração
Seja qual for a maneira
Muitos com fome morrerão.

Um abraço
Eduardo.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

eduardo: sua poética é a voz da ternura na vida; Abs ternos.jorge