sábado, 5 de fevereiro de 2011

UNIVERSIDADE POPULAR ( 3 )

                                                                    Jorge Bichuetti

Agora, é madrugada... Silenciosa,Cheia de estrelas e luares.
Pela tarde, um acontecimento: a plenária de retomada e reconstrução da UNIVERSIDADE POPULAR JUVENAL ARDUINI.
... mais de 60 pessoas. De Uberaba, Araxá, Frutal e Uberlândia.
Um clima alegre, de amizade e de sonhos corporificados num projeto: construí-la popular, libertária, com vida e conhecimentos que nos permitam partilhar a caminhada e as lutas por outro mundo possível e necessário.
Muito se decidiu...
A montagem de um site próprio para cursos à distancia ( ou melhor, sem distância), grupos de trocas e supervisão e monitoria viva e presente.
O trabalho de parcerias...
E o início já...
Está marcada o próximo encontro com aulas e uma nova plenária.
Optou-se pelo terceiro sábado de cada mês. O próximo está agendado para 19 de Março, às 13 hs, na Rua Capitão Domingos, 1079. Sendo que todos sentiram atraídos pela ideia que seja nômade e se desloque no processo dos encontros.
Ficou combinado que as propostas de disciplinas serão postado neste blog até o dia 25 de Fevereiro, para, então, se trabalhar as matrículas e a organização de cada disciplina.
Neste blog, então, iremos nos comunicar: www.jorgebichuetti.blogspot.com
Para facilitar, orientamos que todos os envolvidos se cadastrem como seguidores, agilizando o processo de debate....
As disciplinas poderão ser postadas e qualquer lugar, trataremos de estar chamando a tenção e focalizando-as, para todos discutam e possam dar sua contribuição.
Se reafirmou o cáracter público não-estatal e a gratuidade, os trabalhos de intervenção junto as comunidades e aos oprimidos.
E se optou por na próxima plenária, discutir e formalizar um manifesta de princípios éticos e políticos da UNIVERSIDADE POPULAR...
Participem... Se sonhamos juntos, já estamos no campo da construção.... Pela vida e pela liberdade, sonhemos, lutemos...

16 comentários:

sueli disse...

Olá querido Jorge!

Nossa, fiquei perdida no meio de pessoas já formadas e estruturadas... Só pude perceber isso aos conceitos e idéias ditas na tarde de sábado.Será que consigo ingressar?
Jorge se você puder me ajudar em referencia bibliográfica eu agradeço muito. Não posso de deixar de dizer que fiquei preocupada com a Lua, me disculpe se eu tranquei ela no quarto; mais era a única maneira de contê-la. Eu corri atrás dela, e só consegui pegar ela na Nelson Freire. Espero que você não ficou bravo.

Abraços,
Sueli

Marta Rúbia de Rezende disse...

Parabéns Universidade Popular Juvenal Arduini.

Um desafio. Uma luta. Uma glória.

Viver vale a pena quando a alma não é pequena. Quando o sonho nos embala, o real se fortalece, o velho se rejuvenesce, a tristeza se alegra, a pobreza vira riqueza, o vil se torna nobre, no ódio aparece o amor, a violência se pacifica, o problema produz solução.

beijo a todos
Marta

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Sueli, não fiquei bravo; na verdade, fiquei muito agradecido... Você viu como minha pequena Lua é travessa e meio ingênua. Ela foge, crendo que estamos por perto.
Quanto a Universiade: vai ser moleza -legal e fácil... Quando se reune, assim, as pessoas tentam passar algo... Já nos cursos, rola mais a preocupação de trocar, ensinar, aprender...
Lhe passo algum material...
Fique tranquila e confiante...
Tudo será maravilhoso.
Abraços com imensa ternura,
Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Marta, estamos muito feliz... Logo, lhe pedirei ideias... Vamos precisar.Abraços, Jorge

Claudia Sousa disse...

Daqui de Brasília, nem tão perto nem tão longe, minha torcida e uma vontade imensa de estar com vocês.
Beijos, muitos, grandes!!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Claudia, querida, e no é que a coisa parece que vai florescer e brilhar num coletivo criativo e amigo... Inclusive, iremos ver este mes a montagem de um site para processos de participação, grupos de estudo e cursos à distância. Você é uma pessoa que a vida devia nos dar a alegria de tê-la mais perto...
Abraços, com teernura e muito carinho, Jorge

Maria Alice disse...

Mario Quintana diz: "Na minha opinião existem dois tipos de viajantes: os que viajam para fugir e os que viajam para buscar..."

Dr Jorge parabéns a todos que viajam pela Universidade Popular. Viagem leve, leve, bem leve. Mas se leve.
Sucesso!!
Maria Alice

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Maria Alice, como necessito do Quintana...
E de você...
Ede Bete...
E todos que possam pensar e agir , ccom o coração pulsando pelo belo, pelo novo e pela vida dos que excluídos e oprimidos vegetam na escuridão...
Ficamos de penar não cursos , estes se darão d aaglutinação do podemos ofertar e partilhar...
Também, iremos organizá-la, virtualmente, num site, própria para educação à distância ( ou, sem distância).
Ofereceremos, agora, disciplinas: de 1h/presencial no terceiro sábado de cada mês, dando no semestre, cinco encontros.
Este será um processo atá 25 de fevereiro...
E tudo começará, voando no 19/março.
Pensei que há muitos temas que poderia lhe encantar e é uma riqueza que hoje, poderia estar legando aos que virão...
Ecologia-economia solidária-ética-praticas sociais e inclusão social emuito mais...
Pense e use as asas dos pássaros que alto voam porque ali moram seus sonhos.
Abraços, Jorge.

Michel disse...

Caro Mestre Jorge,
Me agradou bastante a idéia de Ñ-EAD deste curso!
Poderei, eu, também participar daqui deste lado por onde perambulo!
Obrigado pela notícia!
Abraços e ternura!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Querido Michel, o sonho é seu, também... Iremos partilhar esta bela e libertadora caminhada...
Abraços, Jorge

Maria Alice disse...

Querido Dr. Jorge, fico feliz com as propostas da Universidade Popular.
Suas palavras encantam-me, como também, encanta-me o saber cuidar, a economia mais humana e solidária, a ética da ética, o desenvolvimento social, a sustentabilidade, o compartilhar espaços, a escuta, a pesquisa, a extensão. Encanta-me um paradigma que supere a fragmentação e o reducionismo.

Meu amigo, onde moram os meus sonhos! Não sei mais...
O cansaço, o desânimo fez com que eles fossem embora, nem sei pra onde... ou talvez estejam adormecidos. Cansei e desanimei da política social, que me enoja, cansei da barganha, da falsidade, da arrogância pelos títulos que contribuem para o saber tudo de quase nada.

Já andei por aí, procurando meus sonhos e nada...
Estou sem forças e vontade de procurá-los novamente.
Mas...se eles aparecerem, abrirei a janela da minha alma para que entrem. Usarei as asas dos pássaros que alto voam, para pousar nos galhos dos seus álamos e descer até a Universidade Juvenal Arduini.
Abraço-te com muito carinho e admiração.
Maria Alice

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Maria Alice, tudo fica tranquilo e alentador, se você pensar que a Lua irá lhe assessorar...
Nossos cansações e desânimos nascem do perverso e do excludente que domina os territórios do instituído; na Terra Livre do instituinte, podemos e necessitamos inventar o novo: novas relações, novos valores e novos jogos... Agora, o amor e ternura, a solidariedade e a compaixão, a justiça e a paz hão de nomear reitor dos nossos sonhos: una hermana, mujer mosa, que se llama libertad"..
Abraços, com carinho e imensa ternura.
Jorge

maria alice disse...

Um dia não muito longe, não muito perto
Ruy Belo

Às vezes sabes sinto-me farto
por tudo isto ser sempre assim
Um dia não muito longe não muito perto
um dia não muito normal um dia quotidiano
um dia não é que eu pareça lá muito hirto
entrarás no quarto e chamarás por mim
e digo-te já que tenho pena de não responder
de não sair do meu ar vagamente absorto
farei um esforço parece mas nada a fazer
hás-de dizer que pareço morto
que disparate dizias tu que houve um surto
não sabes de quê não muito perto
e eu sem nada pra te dizer
um pouco farto não muito hirto e vagamente absorto
não muito perto desse tal surto
queres tu ver que hei-de estar morto?

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

maria Alice, um belo poema... Para tantos... Já você e vida na intesidade dos luares encantados e dos jardins floridos... E o cuidado, o aconchego, a ternura e a legria que enriquecem a Terra, dando-lhe um chão de estrelas.
Abraços, com carinho e ternura,
Jorge

Ana Regina disse...

Caro Jorge
Trilho uma caminhada de esperança e libertação. A cada vez que visito seu blog e leio suas poesias, e os comentários dos queridos amigos da Pós e da Universidade Popular meu coração se enche de alegria, pois sinto que estou em chão firme e fértil, e que a vida pulsa multiplicidades por vir. Abraços.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Ana Regina, juntos vamos desbravando um mundo novo, um por-vir... Me alegra saber que estamos com vida e com vida avistando nvos horizontes.
Você é um sujeito deste novo que está por vir ...
Abraços com carinho; Jorge